Parcele em 3x sem juros nas compras acima de R$100,00

Relato de uma transição para o desodorante natural

Alguma vez já pensou em abandonar desodorantes/antitranspirantes convencionais mas ficou com medo de não se adaptar? Já usa outros produtos naturais mas está hesitante quanto aos desodorantes? 

    
  

Sabemos que muitas pessoas têm dúvidas quanto à eficácia dos cosméticos naturais e como se adaptar a eles. Nós da Beriah queremos quebrar esses tabus e mostrar pra vocês que começar a usar um desodorante natural, ainda que pareça uma mudança de hábitos pequena, faz a gente ver que se despedir de ideias antigas a fim de abrir espaço para as novas é uma atitude que vale a pena tomar. =)

Trouxemos pra vocês o relato da experiência de uma cliente, que está dando os primeiros passos em busca do uso consciente de produtos na rotina de auto cuidado.

A decisão:

As pessoas decidem parar de usar desodorante convencional por vários motivos1. Eu decidi parar por conta de manchas nas axilas. Há muito já havia eliminado desodorantes com álcool, pois percebia que irritavam minha pele. Ainda assim, nunca tive axilas clarinhas, com a pele uniforme. Pesquisei quais eram as alternativas, e decidi tentar desodorantes naturais.

Como escolhi o produto:

Logo vi que a maioria das opções no mercado ou mesmo as receitas caseiras utilizam bicarbonato de sódio na composição, que podem causar irritação na pele (agredir a pele era a última coisa que eu queria). Então encontrei o desodorante da Beriah, que é 100% natural e sem bicarbonato e comprei para testar.

Minha experiência:

Já sabia que teria que encarar um período de transição, já que cada corpo se adapta de uma forma diferente. Iniciei o uso dia 22/08/2020. A primeira aplicação foi a noite, antes de dormir. Quando acordei, dei aquela conferida e não tinha nenhum odor. Fiquei animada.

Os dias seguintes não foram fáceis. Moro numa cidade muito quente, faço atividade física, e passo o dia todo no escritório (mesmo durante a pandemia). No início fiquei “encucada” achando que não estava cheirando bem. Já no quinto dia, me senti desprotegida em apenas duas horas após a aplicação. Pensei que desodorante natural não era pra mim. Viajei com umas amigas no final de semana de 07/09/2020 e levei antitranspirante de farmácia na mala. Hesitei em usar o desodorante natural durante uma viagem de lazer.

A partir do 15º dia, entrei num período de oscilação de sensações. Dias em que ao final do crossfit ainda estava cheirosa, outros que mesmo reaplicando notava um cheirinho ruim e outros ainda em que o desodorante “segurava” o dia inteiro. Essa oscilação durou cerca de uma semana. Ao mesmo tempo, fui percebendo a pele mais uniforme, sem nenhuma irritação e as machas diminuindo.

Ao longo da última semana desse primeiro mês livre de desodorantes convencionais, estive cada vez mais tranquila em relação ao uso do desodorante natural. Raras vezes preciso reaplicar, me sinto segura em qualquer situação e super satisfeita com a aparência das axilas! Se eu penso em voltar a usar um desodorante sintético: a resposta é um inequívoco não.

Completando:

Tempo total de adaptação: 30 dias

Duração do produto: Utilizei o potinho (60g) quase inteiro.

Abaixo uma foto do antes e depois da minha axila:

As dicas que eu daria para você fazer sua transição da forma mais tranquila são:

  • Carregue seu desodorante natural com você. Se você se sentir desconfortável, é só passar uma pequena quantidade nas axilas (eu juro, funciona!)2. Eu só descobri que poderia reaplicar sem lavar depois dos 15 primeiros dias e sem dúvida a minha transição teria sido mais tranquila se tivesse adotado esse hábito logo de início.
  • Use um esfoliante natural ou bucha vegetal: Eu usei esfoliante natural e senti que ajudou bastante.
  • Não “intercale” o uso de desodorante convencional e natural: Tente segurar as “recaídas”. No meio desse processo de desintoxicação, voltar a utilizar os produtos convencionais, em especial antitranspirantes irá prolongar o período de adaptação.

1Alergia, irritações, toxicidade do alumínio, contaminação do corpo e do meio ambiente pelos ingredientes sintéticos.

2Ele não é como os desodorantes convencionais que de maneira alguma terão bom resultado reaplicando sem tomar banho.

 

  

     

Ana Luiza Gil

Contadora, investidora, empreendedora. Entusiasta de um estilo de vida saudável. Membro do time Beriah desde julho/2020.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário